20
junho

Autopromoção: aprenda as melhores técnicas

Autopromoção conheça 9 técnicas

A autopromoção é uma das ferramentas essenciais no trabalho como afiliados. Afinal, ela é uma das principais estratégias de marketing efetivas. Além disso, promover a própria marca garante que o público correto será atingido. Levando, assim, a mensagem pretendida de forma clara e objetiva.

Contudo, não se deve divulgar o trabalho de uma única maneira. É importante considerar que sempre haverá uma parcela do público que não será alcançada pelas táticas empregadas. Dessa forma, deve-se diversificar as técnicas de divulgação do seu serviço ou produto, a fim de manter o foco nas altas taxas de conversão.

Em um mercado cada vez mais competitivo, a autopromoção é praticamente obrigatória. Por esse motivo, a Actionpay preparou algumas dicas de como se divulgar e se destacar dentro do seu nicho de atuação. Permaneça neste post até o fim e melhore seus ganhos!

O que é autopromoção?

Autopromoção é, em outras palavras, investir na própria divulgação. Ou seja, planejar e executar estratégias pensadas em promover as próprias qualidades. Geralmente esse termo é usado no contexto profissional, principalmente quando o objetivo é conseguir mais clientes ou aumentar as taxas de conversão.

Um bom exemplo de autopromoção é quando um profissional autônomo – como ilustrador, psicólogo etc – usa um perfil no Instagram, Facebook ou outra rede social para divulgar seus serviços.

Dessa forma, as ações de autodivulgação devem ser feitas de maneira estratégica, não feita por impulso. Isso vai impactar diretamente no seu sucesso. Contudo, é preciso analisar qual a melhor maneira de fazer isso dentro do seu nicho. Na próxima seção deste post você vai ver as principais dicas para divulgar a sua marca própria.

Esse tipo de técnica é fundamental para quem trabalha com marketing digital. Dessa maneira, veja nosso post sobre o que é ser afiliado e comece agora mesmo nesse mercado!

Autopromoção: 9 técnicas de fazê-la de maneira correta

No marketing de afiliados, geralmente, você é sua própria marca. Isso traz uma carga muito grande para a autopromoção. Afinal, uma decisão errada pode acabar com uma reputação ou um serviço que estava em ascensão dentro de um determinado nicho. Dessa maneira, cada passo para a autodivulgação deve ser pensado levando em conta os riscos e benefícios de cada uma. Por isso, veja as nossas dicas e acerte na sua estratégia!

1. Defina seu tom

Cada nicho e público alvo têm uma linguagem específica. Além disso, cada profissional tem o seu método de divulgar o seu trabalho. Então, pense no que te diferencia das outras pessoas que atuam no mesmo nicho que você. Depois disso, elabore uma forma de resumir o que te destaca no mercado – seu pitch.

Ao fazer isso, é importante aplicar técnicas pensadas na conversão. Por exemplo, quem usa o Instagram precisa entender o que é e como fazer CTA.

2. Escolha os melhores canais

Na hora de divulgar seu produto ou serviço, é preciso entender que você mesmo é a sua marca. Então, pense como se você mesmo fosse um departamento de marketing. Dessa forma, é importante decidir quais são os melhores canais de comunicação utilizados.

Por exemplo, se seu público alvo não usa o TikTok, não faz sentido produzir conteúdo para lá, certo? Além disso, se a sua ideia é atingir um público mais descolado, não faz sentido usar uma linguagem formal e acadêmica.

3. Ouça os feedbacks

As críticas fazem parte do trabalho de crescimento. Afinal, nem sempre você receberá apenas elogios. Então, um dos passos mais importantes da autopromoção é extrair o melhor de cada crítica.

Dessa maneira, cada crítica deve ser encarada como uma oportunidade para aprender com o que deu errado e melhorar. Contudo, é preciso saber separar um comentário construtivo de algo que foi feito para te desestabilizar. Nessas horas é importante manter a compostura e reagir com educação.

4. Apresente-se para o público

Parte da autopromoção está ligada ao fato de virar autoridade no seu nicho. Caso você use as redes sociais, dedique um post para falar sobre quem é você, o que você faz, como realiza esse serviço, qual sua missão e a sua visão de mercado. Isso vai ajudar a criar uma autoridade. Um bom exemplo disso é a seção “quem somos” no site de uma empresa.

Para consolidar sua figura como autoridade no seu nicho, lembre-se de falar quem você é e o que você faz em cada conteúdo que fizer. De preferência, faça isso no início no início do post, porque isso vai ajudar a criar uma imagem respeitável. Por mais que isso pareça repetitivo para você, lembre-se que nem sempre a pessoa que vê seu conteúdo já te conhece.

5. Produza conteúdos relevantes e de qualidade

Seu conteúdo deve fazer sentido para o seu público. Por isso, ele deve ser relevante e deve agregar ao seu trabalho e ter qualidade. Não adianta nada postar muito e se promover de uma forma que o engajamento será baixo. Em certos casos, faz mais sentido criar menos conteúdo, mas fazê-lo de uma forma mais assertiva.

Essa é uma das principais formas de garantir as conversões. Por esse motivo, confira como nutrir leads e melhorar os seus ganhos.

6. Mantenha sua frequência

Note que postar sempre não é postar a cada minuto. Afinal, postar demais pode acabar com a sua autopromoção. A ideia é sempre estar presente nas redes sociais. A regra principal é ver e ser visto. Para isso, caso sua estratégia tenha a ver com os conteúdos em redes sociais, estabeleça metas mensais de posts. Isso vai te ajudar a saber quando postar e não ficar com aquela sensação de que não postou o suficiente.

Postar com frequência faz parte do marketing de conteúdo. A qual consiste em ganhar visibilidade a partir de posts relevantes para um determinado nicho. Isso é uma das principais técnicas de vendas online.

7. Interaja com os seguidores

Faça com que seu público interaja o máximo possível. Isso vai gerar muito engajamento para o seu perfil. No caso do Instagram, o algoritmo vai te favorecer caso você estimule os seguidores a responder enquetes, por exemplo. Contudo, a interação não se limita aos recursos interativos dos stories. Confira outras formas de aumentar o engajamento nas redes sociais: responder comentários, responder às mensagens dos seguidores, olhar a guia de solicitação de contato etc.

Além de melhorar a imagem com o público, esse tipo de interação pode aumentar as vendas. Afinal, nessas horas é possível responder dúvidas sobre seu serviço ou produto e convencer a pessoa a comprar. Esse tipo de atitude é fundamental na hora de trabalhar como afiliado.

8. Faça parcerias

Você já deve ter visto marcas buscando parcerias com influencers, certo? Essa é uma estratégia de ganhar reconhecimento, se autopromover e ganhar respeito da audiência. Porém, ao fechar parcerias é importante olhar detalhadamente para a conduta das pessoas.

Se você puxar na memória, provavelmente vai lembrar de algum caso assim. Por exemplo, alguma celebridade famosa por ser vegetariana que fez comercial para uma marca de embutidos. Isso pode tirar a credibilidade de ambos os lados e acabar prejudicando as duas estratégias.

As parcerias podem ser tão boas quanto podem ser prejudiciais ao negócio. Por isso, busque cooperação com pessoas e marcas que fazem sentido para o seu nicho. Ou seja, se sua atuação é no segmento pet, não faz sentido atuar em conjunto com uma marca de maquiagens, certo? Às vezes, é melhor trabalhar junto com alguém que não tem tantos seguidores, mas faz sentido para o seu setor, do que lidar com uma pessoa que, talvez, seu público nem conheça.

9. Cuide da sua imagem

Por mais óbvio que seja, é preciso entender que ao praticar a autopromoção, a sua imagem profissional está diretamente ligada às suas ações. Por isso, é preciso cuidar e cultivá-la pensando no seu nicho de atuação.

Um bom exemplo disso é quando seu público é engajado em causas sociais. Nesses casos, pode ser relevante realizar alguma ação com uma ONG e divulgá-la para se autopromover. Contudo, lembre-se que o público irá perceber caso a sua atitude tenha sido apenas pensando nas curtidas e nos seguidores!

Essas técnicas vão te ajudar a crescer e melhorar o seu posicionamento no mercado. Contudo, é importante lembrar que em alguns casos, mesmo seguindo as dicas deste post, você mesmo pode estar prejudicando sua autopromoção. Para evitar que isso aconteça, veja o que impede de ser um afiliado de sucesso.

Cuidados ao realizar autopromoção

O principal deles é passar autenticidade ao seu público. É fácil notar o fracasso em pessoas que mostram o que não são nas redes sociais a fim de se autopromover. Por isso, listamos algumas coisas que você deve evitar e ter cuidado na hora de realizar sua autopromoção. Confira os 5 pontos que você deve levar em conta na hora de se divulgar:

  • Seja autêntico: isso vai transmitir confiança para seus futuros clientes. Do contrário, se você mostra algo que realmente não é assim, essa falta de honestidade será percebida e pode trazer efeitos negativos.
  • Não exagere: nada em excesso é bom. Então, se sua visibilidade for demais ou forçada, o público vai se interessar no seu trabalho e isso pode ser ruim para a sua marca.
  • Não poste por postar: não adianta sair postando qualquer coisa sem planejar e sem prestar atenção nos detalhes. Essas atitudes podem prejudicar sua imagem.
  • Veja se a rede social escolhida é adequada para seu público: estude para entender como os seus clientes em potencial usam as redes sociais e planeje sua autopromoção a partir disso.
  • Escolha seu público-alvo: Lembre-se de considerar qual é o tipo de pessoa com a que você quer comunicar. Após definir isso, coloque todos seus esforços para alcançar essa parcela da população.

Lembre-se de se mostrar disponível nas redes sociais. Responda aos seguidores. Afinal, você sempre deve estar disposto a responder às dúvidas de alguém. Lembre-se que aquele seguidor gastou seu tempo para interagir com sua conta e com certeza ele está esperando um retorno.

Como você viu, a autopromoção não é, necessariamente, algo ruim. Para colher bons frutos a partir dela, é preciso planejar qual será a sua abordagem do público-alvo. Então, siga as nossas dicas e tome os cuidados que foram listados aqui. Dessa forma, você – e sua empresa – vão crescer. Com o tempo, pode ser possível se tornar autoridade no seu nicho.

O marketing de afiliados está cada vez mais disputado. Por isso, quanto mais você se destaca, mais lucro você tem. Então, confira nossas dicas de sucesso no marketing de afiliados e ganhe mais espaço no mercado!

Deixe um comentário