2
maio

Copywriter o que é essa profissão? Entenda sobre com a Actionpay

Copywriter: o que é essa profissão? Entenda com a ActionPay

Copywriter é o profissional que trabalha produzindo conteúdos midiáticos para persuadir ou convencer pessoas a “agir imediatamente” através de técnicas e estratégias que visam vendas. Essa função muito comum no meio do marketing tem sido cada vez mais procurada por empresas e autônomos que possuem a internet como sua fonte de renda.

O copywriting, ou escrita persuasiva, se dedica produzir textos que têm o propósito de guiar o público-alvo ou persona de uma marca ou negócio na tomada de decisão. E criar textos relevantes dentro do mercado de marketing significa buscar maiores taxas de conversões, além da popularização e solidificação da sua companhia.

Isso porque é possível criar materiais que vendem uma ideia ou conceito, não necessariamente um produto em si. Ou seja, existe um papel da escrita dentro da área do marketing, que pode ser ramificado de acordo com as necessidades de cada empresa.

Continue lendo o nosso post e conheça um pouco mais sobre a profissão, além de técnicas que você pode usar na criação de textos mais atrativos para os seus clientes.

Copywriter: o que é e o que faz na prática

O profissional que se dedica a aplicar técnicas de escrita, seja em blog posts, banners, slogans, e-mails e tudo mais relacionado a uma marca, com o intuito de transformar potenciais leads em clientes de fato, criando oportunidades de envolvimento do público-alvo com o que seu negócio tem a oferecer.

Essa profissão consiste em estudar e entender quais são as dores do leads e respondê-las de forma que os convença de que o seu produto ou serviço é a solução mais adequada e proveitosa. Isso pode ser feito por meio de informações que apresentem as qualidades e características que tornam o seu produto o mais indicado para aquela pessoa, qual a relevância e autoridade você tem no mercado, entre outros.

Agora, vamos conhecer quais são as estratégias que devem ou não ser aplicadas na hora de criar conteúdos mais persuasivos e materiais que encantem seus clientes, além de saber o que deve ser deixado de lado no momento da produção.

Afinal, o que evitar no copywriting?

Existem determinadas práticas que acabam prejudicando o seu trabalho de construção de clientela e autoridade dentro do seu nicho. Portanto, trouxemos uma lista dos principais equívocos cometidos para que se tenha mais clareza dos pontos onde é necessário investir e dedicar mais tempo.

Textos pobres e com baixa qualidade

A qualidade dos textos está intrinsecamente ligada ao quanto seus leads e clientes são cativados e investem na ideia apresentada pelo conteúdo. Ou seja, criar um material que não esteja em conformidade com as regras gramaticais e ortográficas, que confunda o leitor e não seja coeso, pode ter graves consequências. Uma delas é a perca de alcance e prospecção.

Um dos pontos que mais fazem diferença é a linguagem empregada no material. Mais importante do que evitar linguagem pobre é adaptar o seu texto de acordo com o leitor. Isso faz com que o assunto seja trabalhado com foco no que é realmente necessário e relevante.

Além de incluir não incluir as técnicas como a CTA e outras características voltadas ao marketing, é importante que as pessoas envolvidas no processo de criação entendam sobre o que é necessário para dominar a escrita e de fato produzir um texto que seja interessante, pertinente e de boa qualidade em todos os aspectos.

Apresentar seu produto da forma errada

Quando um conteúdo não é otimizado para apresentar um produto ou serviço da melhor maneira, geralmente é porque há muita informação sobre suas características e pouco foco na resolução dos problemas de quem está lendo.

É importante lembrar que é preciso encontrar um equilíbrio no momento da escrita para não “forçar” e acabar tendo o resultado contrário do que se propõe. Pois, a real intenção do leitor é resolver e solucionar suas próprias dores. Cabe a você apresentar como o seu produto ou ideia ajudaria nesse processo, deixando de fora o que não é significativo em relação ao tema.

Apresentar grande quantidade de informações

Tentar abarcar tudo em um único texto não é a melhor estratégia ao divulgar seu trabalho. Isso porque mesmo dentro da sua audiência, existem divisões em nichos de diferentes interesses. Portanto, sua produção deve se desmembrar e se dedicar exclusivamente para cada grupo, considerando suas particularidades. Assim, fica fácil evitar passar informações genéricas e que não agregam valor.

Dicas para um copywriting efetivo e eficiente

Um bom copywriter sabe que existem determinados pontos que devem ser trabalhados na sua produção e que trazem resultados e conversam com a persona. Os estudos nessa área continuam se desenvolvendo e, atualmente, muito se sabe sobre o que funciona ou não quando vamos escrever um texto e colocar uma marca em evidência.

Em suma, um bom copywriting consegue persuadir seu público utilizando as palavras de modo estratégico e bem pensado. É importante lembrar que existe uma diferença entre esse tipo de escrita e a redação publicitária, que tem como objetivo fazer “vendas suaves e diretas”. No caso do copy, o processo e mais longo e perpassa diferentes etapas.

Veja algumas das técnicas que você pode aplicar no seu negócio de forma fácil e eficiente.

1. Saiba, de fato, quem é a sua persona

Entender para quem você está escrevendo é a primeira e mais básica das táticas de copywriting. Pois, somente sabendo do que a sua audiência precisa, será possível convencê-la a realizar as ações que você quer. É preciso conhecer seu público para dialogar com ele e também para aplicar a próxima dica.

2. Cative seu lead\cliente de forma sutil

Tentar impor ao seu leitor que o seu ponto de vista é o correto não é a melhor alternativa na hora de cativar seus leitores. Apresente seu serviço ou produto sem forçar, ou pressionar. Lembre-se de elaborar seus argumentos de forma que quem ler se identifique e se sinta incluído.

Um bom exemplo disso é incentivar a procura pela resolução das dores dos seus clientes com perguntas que o façam concordar com você e esperar pela sua solução.

3. Insira o storytelling nos seus textos

Esse recurso é muito valioso na hora de criar uma conexão com quem você precisa. Dividir as trajetórias com seus pontos negativos e positivos ajuda a construir uma relação onde quem lê se identifica com a jornada de outras pessoas e se sente mais segura e acolhida.

4. Ofereça algo exclusivo ou limitado

Algo muito efetivo dentre as estratégias de copywriting é inspirar nos seus leads e clientes a sensação de urgência na aquisição do seu produto ou serviço. Além disso, mostrar que poucas pessoas terão acesso ao que você está oferecendo, valoriza e destaca as qualidades únicas do que só você pode entregar.

Tudo isso cria uma atmosfera de necessidade nos leitores, despertando interesse imediato e convertendo em ações para a aquisição.

5. Tenha fundamento na sua narrativa

Uma boa relação entre empresa e cliente se dá através da confiança. Por isso, confirme suas informações através de dados, depoimentos de quem investiu na sua ideia e teve seus problemas resolvidos. Assim, sua empresa constrói uma base forte e prova que, se outras pessoas tiveram bons resultados antes, outros terão também, basta investir na sua ideia.

Esse movimento, além de captar novas oportunidades, cria autoridade e mostra que o seu negócio é uma referência no seu nicho de atuação. Esses são apenas algumas das estratégias de copy que podem ser implantadas no seu empreendimento para impulsionar e otimizar suas conversões nas landing pages, redes sociais, blogs e mais.

E agora que você conhece mais sobre a profissão de copywriter e como ela influencia no marketing e vendas, continue acessando o nosso blog para ficar por dentro de tudo sobre o assunto e fazer muito sucesso!

Deixe um comentário