28
Setembro

O que é a LGPD e como ela pode afetar o Mercado de Afiliação

Muito se tem discutido acerca do que disponibilizamos e de que forma são utilizadas as informações adquiridas quando realizamos um simples cadastro online ou quando logamos em um novo aplicativo, por exemplo. Pensando nos riscos que o uso indevido de dados pode oferecer, em agosto de 2018 foi sancionada uma lei que traz regras para o armazenamento de informações de consumidores e usuários por empresas e órgãos públicos.

 

A Lei Geral de Proteção de Dados (Lei Nº 13.709, de 2018) regulamenta o uso, proteção e transferência de informações como nome, e-mail, idade, estado civil, situação patrimonial e até mesmo cookies. A utilização de conteúdos pessoais que possibilitam a identificação da pessoa natural (ou seja, que separado ou junto com outras informações pode identificar quem é o indivíduo) só será possível se houver consentimento explícito do usuário.

 

Após diversas reviravoltas no que se trata ao começo da vigência da lei, o Senado derrubou a possível prorrogação que ocorreria para o fim do ano, dessa forma a LGPD deverá começar a vigorar nas próximas semanas. Entretanto, as penalidades pelo não cumprimento da nova lei só serão aplicadas a partir de Agosto de 2021.

 

A LGPD pode afetar o meu trabalho como afiliado?

 

Considerando que os métodos de divulgação utilizados no nosso mercado muitas vezes envolvem a utilização de dados digitais, a LGPD poderá sim afetar a rotina e métodos de trabalho de um afiliado. Como existem diferentes tipos de afiliados, com as mais diversas fontes de tráfego, a nova lei poderá afetar cada um de diversificadas maneiras, de acordo com a especificidade de cada forma de divulgação aplicada nas campanhas. 

 

Uma das áreas mais afetadas será a de E-mail Marketing. Com a LGPD, práticas como a compra e venda de listas de e-mails serão proibidas, e além disso, o consentimento do usuário para o recebimento de e-mails se tornará estritamente necessário para que o disparo aconteça de forma legal.

 

O que posso fazer para me adequar à LGPD como afiliado?

 

É importante estudar como funcionarão as aplicações da nova lei mais especificamente para o tipo de tráfego que você trabalha. Como um exemplo, podemos citar os clássicos e longos “termos de uso” que todos aceitam, mas não leem. Eles precisarão ser mais claros, transparentes e simplificados, para que possamos compreender e selecionar o que é válido ou não.

 

Como o Marketing de Afiliação é muito abrangente, alguns tipos de afiliados certamente serão mais afetados do que outros. Portanto, você deverá checar as normas e parâmetros que poderão influenciar diretamente no seu tipo de trabalho e se atentar às mudanças que serão necessárias, para assim, aplicá-las no seu fluxo diário.

 

Artigo escrito por Larissa Barreto

 

afiliado — Sem comentários
Ler mais
4
Março

4 razões para investir em um Marketplace

Atualmente é quase impossível buscar por alternativas de compra online e não se deparar com produtos que são expostos em lojas virtuais e em variadas plataformas de marketplace. 

 

De acordo com uma pesquisa da UPS Pulse of the Online Shopper 2019, realizada pela PwC em parceria com a UPS, só no Brasil, 95% dos consumidores que compram online realizam o ato através do marketplace e cerca de 44,1% pretendem comprar mais produtos por esse tipo de plataforma. 

 

Isso acontece graças a segurança que o marketplace proporciona a quem o utiliza, não somente porque garante o pagamento seguro e o acompanhamento da entrega, mas também por proporcionar uma experiência de compra em que o consumidor entende que encontrou o produto com as melhores condições que deseja. 

Mas afinal, o que é um marketplace?

 

O Marketplace é como um shopping virtual. Existem diversas lojas que aparecem nesse shopping que, como em uma vitrine, expõe seus produtos, ofertas e benefícios. 

 

Quem se interessa por sua loja ou por algum produto que você vende abaixo poderá realizar a compra dentro desse espaço, sendo que a plataforma escolhida poderá arcar com o custo de envio, de meio de pagamento, entre outros trâmites operacionais.

 

Esses canais costumam aplicar o modelo CPA (Custo por Aquisição), ou seja, há uma porcentagem de comissão por venda realizada. A conta só é paga após o retorno de toda essa exposição que a plataforma realiza.

Tipos de Marketplace

Para que o marketplace esteja de acordo com seus objetivos de vendas, é muito importante saber quais são seus tipos e com qual público você deseja interagir. Entenda melhor abaixo em qual campo você se encaixa! 

 

  • Marketplace B2C – Business to Consumer; Empresa para Consumidor: a empresa está na plataforma vendendo diretamente para o consumidor final. Entre os exemplos de plataformas B2C estão: Amazon, Americanas.com; 
  • Marketplace C2C – Consumer to Consumer; Consumidor para Consumidor: Possibilita a venda entre pessoas físicas, garantindo suporte, entrega e pagamento. Neste caso, os exemplos de plataformas C2C são Enjoei, Uber, OLX e Airbnb.

Razões para investir em um marketplace

1. Baixo investimento inicial

Implantar seus produtos em um marketplace é contar que sua marca está online em uma plataforma que já possui estrutura para marketing, suporte operacional e logístico, oferecendo meios de pagamento variados com garantia de segurança em todo processo. 

 

Para quem está pensando em como abrir um negócio com pouco dinheiro, essa é uma das principais razões.

 

Inicialmente você só precisará ter estoque, capital de giro e gestão para acompanhamento do processo. 

 

É como se o marketplace realizasse a parte burocrática, que costuma gastar muito na fase inicial do investimento, enquanto você administra o capital e o desenvolvimento das linhas de produtos. 

 

2. Search – Visibilidade

 

Uma vez que você opta pela afiliação com os principais marketplaces do seu nicho, a visibilidade de sua loja aumenta graças ao grande número de acessos que essas plataformas possuem. 

 

O potencial de vendas é muito alto, pois você aparecerá para quem realmente se interessa pelo segmento em que você atua!  

 

3. Relacionamento e Fidelização com seus clientes

Assim como o Marketing de Afiliados trabalha promovendo a parceria através de experiências e recomendações de parceiros, os usuários que adquiriram seu produto através do marketplace serão capazes de ampliar as experiências a outros potenciais clientes do seu nicho.

 

O marketplace possibilita que você acompanhe o desenvolvimento das vendas, as principais queixas dos clientes e o que eles esperam de você nas próximas experiências de compra. 

 

4. Receita 

Como o produto está sendo anunciado em um canal de venda sólido e conhecido pelo consumidor daquele segmento, que provavelmente chegou lá por recomendações ou por direcionamento de suas pesquisas, a chance da conclusão da compra é muito maior.

 

Os investimentos iniciais são menores, o tráfego muito maior e ainda existe a possibilidade de manter a operação no marketplace e em seu próprio e-commerce caso o utilize.

Invista e venda muito mais

O marketplace conquistou fatias do mercado que anteriormente careciam de planejamento e de entendimento, em relação ao que o consumidor estava esperando das lojas que o interessavam.

 

Desta forma, também entendemos que esta plataforma trouxe à tona que, no final, o consumidor só precisa conhecer suas opções e sentir-se seguro com sua escolha. 

 

Independente da venda ser feita entre empresas ou entre consumidores, o importante é saber como deseja se situar e se esse meio funciona para você.

 

Não perca tempo, se essas razões fazem sentido para você, comece já a investir! 

 

Conteúdo produzido por Rebecca Marques | Equipe de conteúdo do Marketing para Indústria

 

 

 

afiliado — Sem comentários
Ler mais
17
Dezembro

5 dicas para melhorar o seu instagram para vendas

Lidar com o Instagram de forma profissional e ter aquele Feed organizado é o desejo de muitos. Por isso, aqui nesse post, será mostrado 5 (cinco) dicas de como aprimorar o seu Instagram e consequentemente aumentar o seu faturamento!

  
1- Faça do seu Instagram uma verdadeira revista/Vitrine eletrônica.

Pense e planeje o seu feed antes de postar as fotos. Deste modo, ficará organizado e harmônico para o usuário visitar e conferir as novidades.

2- Um bom nome de usuário é essencial, algo que facilite que a sua marca seja encontrada.

É recomendado utilizar o nome da loja/marca ou nome do seu produto/serviço específico (Caso esteja em uso, deve ser utilizado algum caractere especial, como por exemplo, underline, traços e entre outros.)

3- Stories é a forma mais fácil do público se conectar com a sua empresa.

Mostre a sua rotina! Claro, caso isso combine com a imagem e o conceito que a empresa/marca deseja passar para seu público alvo.

4- Use Hastags e aumente seu engajamento.

Hashtags, como dito na postagem “Como gerar mais resultados no Instagram?”, são muito importantes quando falamos do assunto engajamento. Elas ajudam sua postagem ser encontradas pelo seu público e também por novas usuários.

5 – Fique de olho na DM (Direct Messenger) e nos comentários feitos em seus posts.

A inteiração com o público é um diferencial, quase obrigatório, se você deseja vender mais. Quando os seguidores veem que a empresa/marca se relaciona com eles as chances de converter isso em vendas, é alta.

 

Artigo escrito por Daniel Mesquita

 

 

afiliado — Sem comentários
Ler mais
19
Agosto

Estratégias de marketing digital para crescer o e-commerce

É comumente indicado utilizar o marketing digital para melhorar as vendas no e-commerce. A seguir, serão apresentadas formas e dicas para favorecer o sucesso em uma loja virtual.

 

Nos EUA e na Europa Ocidental, é bem comum as lojas oferecerem cupons promocionais em lojas, jornais e revistas. Aqui no Brasil os cupons de descontos tem sido um aliado no aumento de vendas pela internet.

 

Mesmo que trabalhar com marketing digital no e-commerce pareça complicado no início, ele é um recurso muito relevante para alavancar as suas vendas pela internet, se usado de forma adequada, pode render bons resultados, entretanto para isso é necessário saber como, quando e onde aplicar a estratégia adequada para que se tenha os resultados desejados.

7 Táticas de marketing digital aplicada em cupons promocionai

É verdade que promoções e cupons de desconto, são nichos do marketing digital que geralmente exercem bons resultados. Essa estratégia pode deixar o cliente interessado em somente efetuar suas compras quando existirem tais descontos. É indicado fazer rodízio dos cupons de descontos de acordo com as categorias de sua loja. Para que o cliente não fique sempre contando que vai ter esse tipo de desconto sempre. E com isso, ao perceber que o cupom é restrito, o cliente passa a agir de forma mais impulsiva e emotiva na hora da compra.

1. Aplique descontos na primeira compra

 

Quando o cliente entra no seu e-commerce pela primeira vez, seria interessante abrir uma janela de pop-up oferecendo um desconto para a primeira compra. Isso vai incentivá-lo a navegar e possivelmente, realizar uma compra neste momento.

2. Cupons de descontos estratégicos

Distribua descontos em produtos que não saem tanto para que a rentabilidade das vendas seja perceptível. Ofereça cupons que valham para todo o site com descontos pequenos, enquanto os cupons para cada categoria dão descontos maiores. Assim você faz um giro de vendas maior.

3. Parceria com youtubers, blogueiros, dentre outros

Ao oferecer parcerias com pessoas influentes nas mídias sociais, pode aplicar descontos exclusivos e personalizados para clientes que cheguem até o seu site por meio desses canais. Esse será um meio bastante interessante para conseguir direcionar o alto tráfego destes parceiros direto para o e-commerce, é isso que vai render maior visibilidade, e, muito provavelmente, um aumento considerável das vendas.

4. Cupons de desconto em datas não comemorativas

Em datas comerciais como, por exemplo, Dia das Mães, Dia dos Namorados e Natal, as lojas desejam crescer suas vendas e trabalham com formas de pagamento e descontos especiais, mas uma forma interessante de ter bons resultados nesse meio é ter promoções em datas diferentes, como, por exemplo, no início das férias das escolas ou a chegada de uma nova estação do ano. Outra forma de atrair os clientes é disponibilizar cupons comemorativos no aniversário da sua loja, esses preços e condições especiais podem lhe gerar boas receitas no final do mês!

5. Minimizar abandono de carrinho

Há bastante carrinhos abandonados nas compras online. Para minimizar isso é importante enviar um e-mail para o cliente um tempo posteriormente para alertá-lo de concluir sua compra. Ainda é possível oferecer um desconto especial, caso ele conclua a compra até certa data e horário especificado por você. Isso vai incentivá-lo a verificar o carrinho e concluir a compra para que não perca o desconto especial e você não deixa de efetivar sua venda.

6. Aumente o seu valor médio de vendas

Essa estratégia é simples de aplicar apenas usando a matemática mais básica. Se você concluir que o valor médio de vendas seja de aproximadamente R$250,00 por cliente. A solução é oferecer descontos especiais nas compras acima de R$300,00, por exemplo. Isso vai fazer com que o cliente compre mais coisas para chegar a este valor e achar que está economizando, quando na verdade, está gastando mais e gerando maior lucro para o lojista.

7. Fidelização dos clientes

Estreite as relações com os clientes que você já possui, dê descontos especiais para o cliente que já tenha realizado compras no seu e-commerce. O cliente vai se sentir valorizado por comprar e as possibilidades dele voltar a fazer uma nova compra aumentará bastante. Angariar novos clientes é importante, mas manter os atuais dá um ótimo resultado e ainda acaba sendo menos oneroso para a empresa.

Colocando em prática essas dicas aumentará bastante as chances de sucesso e vendas do e-commerce.

 

 

Artigo escrito por Evandro Correa (Afiliado de promoções e cupons de descontos) 

 

 

afiliado — Sem comentários
Ler mais
27
Fevereiro

VOCÊ SABIA QUE A ACTIONPAY TEM UM PROGRAMA DE INDICAÇÃO?

Já conhece o programa de indicação da Actionpay Brasil?

Funciona assim: todo afiliado possui o seu link exclusivo de indicação, que é para o cadastro de afiliação em nossa rede. Dessa forma, toda pessoa que se afiliar através do seu link de indicação, está atrelado ao seu usuário na plataforma e, durante todo o período de afiliação do indicado, 5% de toda comissão gerada e aprovada por este, é direcionada para o afiliado que fez a indicação.

 

É uma rede de colaboração entre afiliados, já que a bonificação através da indicação é em cima da produção do indicado. Não se trata de enviar o link de indicação para o maior número de pessoas possíveis e pedir para elas se inscreverem despropositadamente.

 

A ideia é apresentar o marketing de afiliação, falar da nossa rede, orientar como este indicado pode iniciar e se preciso auxiliá-lo para que seu trabalho como gerador de tráfego seja o melhor possível, afinal, é mais uma possibilidade de faturar conosco.

Para pegar o seu link de indicação, é só acessar a aba INDICADOS, a sétima aba da esquerda pra direita no painel principal da plataforma. 

 

Quer começar? Utilize de forma estratégica a sua indicação com apenas um passo!

Divulgue em suas redes sociais, perfil e grupos (onde é permitido este tipo de conteúdo) sobre esta possibilidade de monetização online. Quanto mais simples, objetivo e realista, melhor. Acrescente ao texto o seu link de indicado e a sua disposição em ajudar cada interessado em adentrar este nicho de mercado. Se você já utilizou o link de indicação, mas não deu suporte aos indicados, ainda há tempo! Entre em contato com cada um deles, pergunte como está o trabalho de afiliação conosco e ajude-o a chegar ao máximo de suas possibilidades.

 

Você ganha, ele ganha, todos nós ganhamos. \o/

 

 

Artigo escrito por Priscila Cabral 

 

 

 

afiliado — Sem comentários
Ler mais
13
Fevereiro

Como gerar mais resultados no instagram?

O Instagram é uma rede social 100% visual e mobile. Esse é o princípio básico para criação de conteúdos que fazem sucesso e geram vendas. É importante saber que para você gerar autoridade no meio online e assim, consecutivamente, obter vendas, é preciso gerar conteúdo de valor! Por isso, nós viemos te ensinar um passo a passo e te dar dicas de aplicativos, sites e etc… Vamos começar? 

4 dicas de como gerar mais resultados:

Hashtags: São palavras colocadas ao lado do símbolo # para poder organizar os conteúdos nas redes sociais. Não é preciso usar hashtags em todas as suas postagens, porém, algumas são de extrema necessidade e podem deixar o seu conteúdo mais ‘’popular’’ entre as pessoas que se interessam por tal assunto. Através delas, você poderá alcançar o seu verdadeiro público alvo, e de acordo com a combinação feita entre as hashtags, você conseguirá transformá-los de seguidores para possíveis clientes. Por isso, pode-se dizer que através das Hashtags você consegue alcançar um novo público, fazer uma pesquisa do conteúdo que tem sido buscado através dela e analisar o que tem dado certo ou não.

 

Linguagem humanizada: A nossa segunda dica é sobre a linguagem que você vai usar na sua página do Instagram. Através dela, você estará se conectando com pessoas. E lembre-se sempre, PESSOAS SÓ COMPRAM DE PESSOAS. Por isso, nas suas legendas, no seu conteúdo diário, você precisa de uma linguagem atualizada (com memes e brincadeiras, se for possível e preciso) e humanizada (levando sempre conforto ao seu público, ao ler ou visualizar o seu conteúdo).

 

Frequência nos posts do feed: A rede social que mais tem se sobressaído entre as outras é o Instagram. Por isso, você também precisa se dedicar a ela e marcar forte presença em seus posts. As estatísticas apontam que o Instagram já tem 1 bilhão de usuários ativos e 70% das postagens não são vistas. Então, é aconselhável você postar de 1 a 2 conteúdos de VALOR (algo que vai interessar ao seu público e que esteja relacionado com o seu produto) por dia.

Além disso, posts durante a semana valem muito mais a pena, pois as pessoas costumam se engajar mais durante os dias úteis. Por fim, as fotos atraem muito mais do que vídeos em feed. É claro que você pode e deve mesclar para não ficar sempre a mesma coisa, mas aposte muito mais em imagens!

 

Stories: Os Stories estão com 250 milhões de usuários ativos. Este recurso vale a pena para posts em vídeos, mostrando ou citando detalhes que em uma foto o seu público não consegue reparar. Além disso, os stories te dão base para interagir diretamente com os seus clientes e obter feedbacks deles de forma informal. Por exemplo, com as enquetes, você consegue fazer uma pesquisa sobre o que seus clientes mais gostam de visualizar na sua página, quais os produtos mais comprados ou mais desejados.

Além disso, muitos usuários podem não ver sua publicação no feed, mas terem visualizado seu conteúdo nos stories, por isso, tenha constância e nunca deixe de oferecer um conteúdo diferenciado em ambas as partes. Por fim, coloque sempre chamadas bem atrativas que levarão seu cliente a buscar mais informações com você via site, e-mail, Whatsapp ou até mesmo pelo direct.

4 aplicativos para você bombar mais ainda no Instagram:  

Depois de todas essas dicas, coloque em prática! Separamos 4 apps que vão te ajudar em cada um desses processos e irão evitar que haja falha em alguma dessas etapas.

 

  1. Hootsuite: é gratuito e permite que os seus posts no feed sejam programados com antecedência (faça uma pesquisa sobre os melhores horários para o seu público, pode até ser pelas enquetes dos stories).

 

  1. Grow social: é um app pago, porém tem um prazo de 3 dias de experiência gratuita para você saber como funciona. Esta dica é para você que quer investir na sua popularidade do Instagram e que quer ser encontrada pelo seu público alvo juntamente com as hashtags.

 

  1.  Canva : esse app é para aqueles que quiserem manter o Instagram com uma pegada mais criativa. É gratuito e vai te ajudar a criar artes para seu feed e stories. Além de gerar valor, permite que você crie posts com qualidade para atrair ainda mais o seu público.

 

  1. InstaShot : esse app é gratuito, disponível apenas para celular e possibilita que você faça mini vídeos e grids para suas publicações nos stories e no feed também. Vale a pena pesquisar alguns tutoriais para aprender a usá-lo e não parar de produzir!

 

Chegamos ao fim de mais um post no nosso blog. Esperamos que através desse texto, você possa ter descoberto mais uma plataforma que te fará crescer e faturar muito mais!

 

 

Conheça nosso Instagram (clique aqui)

Artigo escrito por Joyce Ribeiro 

 

 

 

 

 

 

 

 

afiliado — Sem comentários
Ler mais
28
Janeiro

Como Usar o Whatsapp para Vendas?

 

 

O Whatsapp tem sido uma ótima ferramenta de comunicação entre nossos amigos, familiares e colegas de trabalho. Nas eleições, o aplicativo de mensagens se tornou principal fonte de notícias, sendo decisivo para os resultados.

Você já imaginou que o Whatsapp pode ser uma forma muito efetiva de promover campanhas através de nossa rede de afiliados? Pois, saiba que essa estratégia não é nova e nem complicada de fazer! Temos diversos afiliados que conquistaram ótimos resultados através dessa forma de promoção em massa.

Pensando em difundir ainda mais essa maneira de divulgar nossas campanhas, preparamos um passo a passo para você começar:

 

Whatsapp Pessoal VS Whatsapp Business

 

Para você que é afiliado, você pode tanto utilizar o Whatsapp Business quanto o pessoal. O Whatsapp pessoal é ótimo para quem só tem números de amigos e familiares para divulgar. Caso, tenha amigos que participem de grupos de promoções no facebook, também é super interessante mantê-los em sua lista de contatos.

Entretanto, se você tiver uma base de números de clientes, recomendamos que utilize o Whatsapp Business. Para saber como fazer a migração para o Whatsapp Business, dê uma olhada nesse link (https://www.whatsapp.com/business/?lang=pt_br) Se você tiver uma página no Facebook ou no Instagram, também é muito interessante promover o seu novo canal de comunicação com os seus clientes. Quanto mais números você tiver na sua lista de contatos, maior o seu alcance e efetividade na hora de promover as campanhas.

 

Lista de Transmissão VS Encaminhar Mensagens

 

É muito importante que você trabalhe apenas com listas de transmissões, devido ao grande volume de fakenews enviados durante os últimos anos pelo Brasil e Estados Unidos, o Whatsapp começou a limitar o encaminhamento de links para todo o mundo. Sendo hoje o limite máximo de 5 pessoas por mensagem encaminhada. Você pode saber mais detalhes sobre esta decisão aqui (https://www.techtudo.com.br/noticias/2019/01/whatsapp-limita-o-encaminhamento-de-mensagens-para-cinco-contatos.ghtml) Entretanto, o mensageiro ainda permite o uso de lista de transmissões, que são conteúdos originais enviados por uma única pessoa. Para que você possa criar sua lista de transmissão, basta seguir os passos a seguir:

 

1 – Abra o WhatsApp.

2 – Vá para a tela de Conversas > Botão de Menu > Nova transmissão.

3 – Toque em + ou digite os nomes dos seus contatos para escolher os destinatários.

4 – Toque em Pronto.

5 – Toque em Criar.

 

O tamanho máximo para lista de transmissão hoje é de 256 pessoas, então você pode manter diversas listas de promoções para comportar todos os seus contatos.

No caso, se você tiver um controle maior, você pode separar as listas por interesses, profissões, bairros e muito mais. Isso auxilia muito na hora de conseguir resultados.

 

Promoções Relâmpago & Aplicativos de Celular.

 

As melhores formas de se obter resultados através das listas de transmissão é promovendo conteúdo relevante e útil. Pensando nisso, é super interessante que você promova campanhas que estão gerando descontos por tempo limitado ou cupons exclusivos. Além das promoções, você também pode enviar campanhas mobile, como campanhas que pagam pela instalação de aplicativos.

 

Para saber, em primeira mão, sobre as nossas promoções, basta se cadastrar na nossa lista de transmissão através do link https://wa.me/5521965087661 – Mande um ”Oi” com o seu nome 😉

Nos siga no Instagram https://www.instagram.com/actionpaybr/?hl=pt-br e curta nossa página no Facebook https://facebook.com/actionpaybrasil.

Além disso, utilize nossa ferramenta de Feed de Cupons e Promoções. Temos um tutorial muito fácil no nosso canal do Youtube, confere aí: https://www.youtube.com/watch?v=cgvcZ53EhnM

 

Respeite a Privacidade!

 

É muito importante, que você também respeite a privacidade das pessoas e sua escolha de não estar na sua lista de promoção. Antes de começar a enviar campanhas e promoções, informe sobre o novo canal e dê a opção para a pessoa sair da lista. Remover o número de quem não tem interesse é bom para a pessoa e para você, que poderá substituí-la por outros clientes mais interessados.

 

Dica: Otimize pelas nossas estatísticas!

 

Se você quiser ser um usuário avançado, experimente construir várias listas de transmissão com diferentes perfis e cadastrar cada uma como fonte no nosso sistema. Para cadastrar uma fonte, basta seguir os passos seguintes:

 

1 – Faça login na Actionpay

2 – Acesse o Menu “Fontes de Tráfego”

3 – Clique no botão “Adicionar Fonte de Tráfego”

4 – Adicione o nome da Lista de transmissão e uma breve descrição.

5 – Ao “Obter Links”, você irá encontrar a nova fonte disponível na opção “fonte” da janela de links. Selecione sempre uma fonte diferente para enviar os links.

6 – Ao acompanhar as estatísticas, sempre agrupe por fonte de tráfego, assim você irá saber exatamente quais listas estão performando melhor.

 

Esperamos que com essa forma de divulgar, você tenha ótimos resultados nas suas promoções.

 

Até a Próxima!

Artigo escrito por Marcos Fonseca 

 

afiliado — Sem comentários
Ler mais
9
Janeiro

Quero ter um e-commerce! E agora?

Em 2017, começou a ‘’revolução’’ de lojas virtuais: pequenos empreendedores começaram a se propagarem pela Internet. Mas, para você ter um e-commerce, não basta apenas ter vontade! É preciso ter investimento (não é tão grande como de uma loja física) e muita persistência para que a sua marca ou o seu produto sejam reconhecidos no meio digital.

 

Antes de começarmos a falar de dinheiro e todas as partes burocráticas, faça uma análise da sua situação e do mercado em que você se encaixa. Por mais que você saiba como ele funciona, é com estudo, que você reconhece os pontos que precisam ser melhorados. Já em relação ao mercado, você tem que entender as tendências, como seus concorrentes estão fazendo e como o seu consumidor age para que o e-commerce possa alcançar o seu foco principal.

 

Pronto. Analisou seu negócio? Agora, planeje-se! Você vai perceber se será necessário investimento em certas áreas ou não, como deverá ser sua comunicação e entre outras coisas que você só poderá saber com a análise e planejamento feitos.

 

Outro passo para você mudar para o e-commerce é conhecer as plataformas disponíveis. São milhares de opções, das mais simples até as mais complicadas. Você pode dá uma pesquisada no Google ou contratar um profissional para analisar e instalar toda a loja para você. Existem três tipos de plataformas no mercado: gratuita, código fonte aberto e pagas. Geralmente, as pagas costumam ter um suporte de qualidade e te oferecem a possibilidade de customizar todo o layout.

 

Depois, é preciso pensar no nome. No Registro.br, você pode consultar os nomes disponíveis para a sua loja e os planos para compra do domínio custam cerca de R$ 40,00 durante o período de 1 ano. Qualquer pessoa jurídica (CNPJ) ou física (CPF) pode registrar um domínio para o seu site, desde que esteja em território nacional.

 

Após resolver essa parte, você deve pensar na divulgação da sua loja virtual. Elabore o conteúdo da sua empresa nas redes sociais, inclua as estratégias de marketing digital e desenvolva o seu relacionamento com os clientes.

 

São muitas coisas para pensar né? Vá aos poucos, estude e busque pessoas que já passaram por isso. Mas, não esqueça de se organizar e se planejar antes de começar a AÇÃO!

 

Até a próxima! 

Artigo escrito por Joyce Ribeiro 

 

afiliado — Sem comentários
Ler mais
12
Dezembro

Como começar a divulgar em grupos do Facebook?

                   Como começar a divulgar em grupos do Facebook?

 

Muitos afiliados perguntam como começar a divulgar e ganhar dinheiro com grupos do facebook, e vendo essa necessidade, criamos um breve tutorial de 4 passos para você começar a ganhar dinheiro hoje! Vamos lá!

 

1- Faça parte da comunidade dos Descontos:

 

Para começar a divulgar nos grupos, é essencial que você esteja neles. Para começar, recomendamos você estar presente em 30 grupos do nicho que você pretende promover. Para saber quais são os melhores grupos, escolha aqueles com mais de 30 mil de membros, menos do que isso irá afetar diretamente no seu desempenho de alcance.

 

2- Descreva Bem o Produto ou Promoção:

 

Para que sua postagem tenha sucesso, é importante que ela seja bastante detalhada sobre o produto, sobre as regras das promoções e, principalmente, sobre os benefícios do produto ou promoção para o cliente. Se for possível, coloque uma imagem do produto que você mesmo tenha tirado; o facebook por ser uma rede social entre pessoas, dá mais valor se forem testimonials do que simplesmente o banner do anunciante ou a foto do produto num fundo branco.

E o último detalhe, mas não menos importante, use seu link de afiliado. O facebook possui bloqueadores de conteúdo que às vezes filtram os links de afiliados, se você tiver algum problema como esse, verifique esse tutorial que fizemos no nosso canal: https://youtu.be/XtHWQR-1G_4

 

3- Poste nos Horários Certos:

 

Para a receitinha do sucesso funcionar, você precisa respeitar os horários, como o momento certo de se alimentar em uma dieta. Além de postar na frequência correta, é necessário que você mantenha suas postagens sempre no topo. Para facilitar a sua compreensão, montamos essa tabelinha para que sua presença no grupo ser garantida.

 

– De 8h ás 9h: Fazer a Postagem

– Entre 11h e 12h: Up!

– Entre 16h e 17h: Up!

– Às 20h: Up!

 

Uma observação importante: Alguns grupos controlam as postagens através da aprovação do moderador, então postem pouco antes desse momento para que suas postagens sempre entre nos melhores horários. Outro ponto importante é que cada grupo tem suas regras, observe-as para que você não seja banido dos grupos mais importantes para você.

 

4- Dê suporte:

 

Por mais que não seja sua responsabilidade a entrega e qualidade do produto, por não se tratar de uma venda direta, é importante que você esteja presente para dar suporte, afinal de contas, você quem está indicando o produto. Então, esteja aberto para responder as maiores dúvidas sobre o produto, promoção ou serviço, pois o primeiro contato que o cliente tem com esse serviço vem do seu anúncio.

 

Esperamos que esse pequeno tutorial te ajude a começar a faturar mais com os grupos do facebook. Se você ainda tiver alguma dúvida, deixe nos comentários e não esqueça de compartilhar esse texto.

 

Até a próxima

 

Artigo escrito por Marcos Fonseca 

afiliado — Sem comentários
Ler mais
28
Novembro

VOCÊ SABE QUAL A CHAVE PARA O SUCESSO DAS VENDAS?

Você começou o seu negócio e sabe que divulgação é a chave do sucesso das suas vendas. Mas, como fazer isso? Existem várias mídias sociais, mas qual é a ideal pra você ter ótimos resultados? A ideia desse texto é tirar um pouquinho das suas dúvidas e lhe deixar por dentro de como você pode utilizar as principais redes sociais para vender mais.

 

Como investir certo nas mídias sociais?

 

Existem várias formas de vender, mas uma que está bombando hoje em dia é através das mídias sociais. Cada rede social possui um objetivo, então, em primeiro lugar, veja qual é o seu público alvo e onde ele se encontra em maior volume (Instagram, Facebook, Whatsapp, Twitter…).  Em segundo lugar, entenda um pouco do conceito e da plataforma de cada mídia social, antes de investir forte em um conteúdo bom e relevante.

Por fim, para você saber em qual plataforma investir mais, você precisa ‘’desenhar’’ sua persona perfeita. Assim, você saberá como abordar essa pessoa e como/quanto é necessário para investir nela.

 

Dicas e conceitos das principais redes sociais:

 

Facebook

Essa é uma das redes sociais mais usada hoje em dia, tanto por empreendedores, quanto por clientes. Pela quantidade de conteúdo ou assuntos versátil, você pode investir em imagens ou vídeos, lives que ajudam no alcance do público e é possível até mesmo impulsionar suas publicações. Outra dica é criar grupos no Facebook ou participar de alguns que já tenham a função de venda. Isso fará com que você conquiste novos clientes com baixo custo de investimento. Se tem uma mídia que você com certeza deve estar presente é no Facebook! Além disso, crie conteúdos interessantes pro seu público-alvo e tenha constância nas publicações.

 

Instagram

Essa é uma das mídias que possuem muito peso, pois ela é como se fosse a  “vitrine’’ da sua loja no mundo virtual. Através das hashtags e da interação de forma humanizada, você consegue alcançar um maior número de visitantes e relevância para as suas publicações. Além disso, em relação ao conteúdo, foque em produzir boas fotos e bons vídeos para uso do feed e dos stories. Outra dica é pensar em personalizar seu instagram de acordo com a identidade visual da sua marca. Isso vai ajudar a criar uma aproximação maior entre você e o cliente!

 

Whatsapp

 

Dinâmica e excelente ferramenta para comunicação direta e imediata. Mas, preste bastante atenção, pois essa é uma plataforma onde você deve impor limites! Ou seja, atendimento só em horários comerciais. Assim, você mantém um relacionamento saudável com seu cliente. Outra dica é investir na lista de transmissão e em grupos. Dessa forma, seu cliente passa a saber mais do seu negócio de forma simples e efetiva.

 

Enfim, depois de tudo isso que você leu, já sabe como crescer e investir melhor nas redes sociais para ter mais sucesso nas vendas? Deixe nos comentários o que você achou e nos diga também se você já trabalha com algumas dessas redes. Amamos conhecer você!

 

Até a próxima.

Artigo escrito por Joyce Ribeiro 

 

afiliado — Sem comentários
Ler mais