1
setembro

Oportunidades nos mercados de E-commerce e afiliação durante a pandemia

Um levantamento da Ebit/Nielsen constatou que no 1º semestre de 2020 o faturamento do e-commerce no Brasil atingiu a sua maior alta em 20 anos. Além disso, a quantidade de pedidos na internet cresceu em 39% e 7,3 milhões de brasileiros fizeram nesse período a sua primeira compra online. Mas qual seria o motivo de tamanho crescimento?

A pandemia da COVID-19 tem sido um grande desafio para as empresas, que buscam, a todo custo, se manter firmes no mercado. Em razão disso, muitos empreendedores, marcas, lojas e negócios locais precisaram se reinventar para lidar com esse período de maneira positiva, fugindo de prejuízos. 

Assim, com os obstáculos da pandemia, a necessidade por um negócio que fosse além do offline fez com que a procura por e-commerces crescesse. Esse aumento se mostrou expressivo tanto em relação à quantidade de lojas online existentes, quanto ao faturamento gerado por esse mercado digital. Com o fechamento do comércio físico e a necessidade do distanciamento social, a população como um todo recorreu às compras online e assim percebeu a simplicidade, praticidade e conforto que essa forma de mercado oferece para o consumidor.

Aliado a esse cenário, o mercado de afiliação disparou paralelamente. Ainda assim, muitos não sabem do que ele se trata. Caso você seja um desses, o Marketing de Afiliados envolve basicamente o processo de ganhar uma comissão promovendo sites e e-commerces e ele se mostrou crucial por ser uma ferramenta importantíssima para alavancar as vendas nas lojas online. Por isso, a maioria dessas lojas anunciam em alguma plataforma de afiliados, e assim, os mercados de e-commerce e afiliação crescem de mãos dadas.

Além do crescimento nos sites de e-commerce, o distanciamento social contribuiu para o aumento na busca de novos provedores de serviços. Afinal, quem não quer garantir uma redução nos custos, aproveitar o tempo economizado no deslocamento para aperfeiçoar o conhecimento, melhorar a infraestrutura de telecomunicações em casa ou simplesmente poder resolver o que der de forma remota? Os segmentos de educação, finanças e telefonia, principalmente, possuem ótimas oportunidades de remuneração para quem está começando no mercado de afiliados.

É possível notar o crescimento do mercado de afiliação através de dados fornecidos pela Actionpay, uma das principais redes de afiliados globais, que mostram que o faturamento da empresa cresceu 20% em 2020, comparado ao ano anterior. Já no primeiro semestre de 2021, o faturamento da empresa disparou em 50% comparado a 2020. Além disso, no 2º semestre de 2020 mais de 3500 novos afiliados se cadastraram na plataforma.

O Marketing de Afiliados é uma ótima fonte de renda para aqueles que perderam seus empregos durante a pandemia, já que qualquer pessoa maior de idade que possua acesso à internet pode trabalhar como afiliado, basta encontrar uma maneira efetiva de divulgar as campanhas. Assim, é possível trabalhar de forma remota, quando e o quanto quiser, gerenciando os próprios horários, montando a rotina da maneira que preferir e se orientando diretamente para resultados. 

Com o mercado tão aquecido, promover uma venda online se tornou uma tarefa muito mais fácil para o afiliado do que costumava ser no passado. Além disso, não é difícil encontrar na internet cursos e treinamentos gratuitos que ensinam a prática.

Para os e-commerces, participar de um programa de afiliados é a oportunidade perfeita para dar um gás nas vendas, principalmente porque só se paga por aquilo que tiver dado retorno, já que o anunciante pode escolher pagar uma comissão a cada venda concretizada, a cada clique, preenchimento de cadastro ou outro formato que preferir. Já para o afiliado, é uma fonte de renda extremamente prática e eficiente, que vale a pena o tempo investido, basta trazer resultados. 

Considerando a rápida expansão do mercado digital e os benefícios e resultados do mercado de afiliação, é possível afirmar que o momento atual é muito propício para investir nessas áreas. Por isso, vale a pena tanto para quem se interessa em trabalhar como afiliado, quanto para os gerentes e donos de e-commerces, estudar um pouco sobre o assunto e usar disso a seu favor.


Texto por Larissa Barreto.

Deixe um comentário