21
março

Como ser um influenciador digital – Faça dinheiro na internet!

Como ser um influenciador digital? Faça dinheiro na internet!

Afinal, você sabe como ser um infuenciador digital? Não é novidade para ninguém que essa profissão surgiu há pouco tempo e, mesmo que não perceba, você já foi influenciado em algum momento por um profissional desse ramo, seja para comprar uma roupa, ouvir uma música, fazer um curso ou ler um e-book, alguém divulgou essa mercadoria: já sabe quem foi, né?

Se você quer fazer parte desse universo digital, cativar pessoas e aprender a ganhar dinheiro na internet como influenciador, separamos 7 dicas para você saber tudo o que é preciso para ser um bom influenciador digital – e um influenciador que converta. Fique por dentro!

O que é ser um influencer digital?

A melhor definição para essa profissão é que o influenciador digital é toda pessoa capaz de influenciar pessoas por redes sociais ou outra plataforma digital. Esse influenciador deve criar tendências, inspirar pessoas e ser fonte de informação com seu conteúdo sobre determinado assunto em comum com seu público.

De quantos seguidores precisa para ser um influenciador?

Essa dúvida é muito comum para quem está começando. A verdade é que muitas vezes o seu engajamento pode ser (e geralmente é) mais importante que o número de seguidores, claro que, um dos maiores objetivos é alcançar cada vez mais pessoas para o seu perfil, mas os seus resultados não precisam depender apenas disso.

É bastante possível, por exemplo, que um influencer de 10 mil seguidores e outro de 1.500 seguidores tenham a mesma quantidade de visualizações no story do insta. Produzir um conteúdo de qualidade e consolidar seguidores fiéis é o que realmente vai fazer a diferença.

Como se tornar um influenciador digital?

Quer saber o que precisa para ser um influenciador digital? Então fique por dentro das nossas dicas simples e práticas!

1. Defina seu conteúdo (seja um ou mais)

Sobre o que você vai falar? Qual é a sua área? Existem influencers digitais para todos os nichos, da maquiagem até a engenharia. Podemos dizer, também, que para todos os assuntos possíveis existe um público, mas o importante é que seu conteúdo seja sobre coisas que você realmente se indentifica e que terá conteúdos relevantes para compartilhar.

Não precisa falar de um assunto só, apenas é indicado que eles estejam relacionados, por exemplo, se você vai falar sobre arte, pode alinhar com a moda, desenho, cinema e música, ou, se vai falar sobre biologia, pode falar sobre sustentabilidade, saúde, natureza e por aí vai. Faça uma lista com as coisas que você realmente curte fazer e use isso como norteador para seu conteúdo.

2. Conheça bem seu público-alvo

Depois de definir seu conteúdo, está na hora de entender quais são as pessoas que você quer alcançar com ele, quem poderia se interessar pelos assuntos que serão apresentados, dessa forma, você vai saber como apresentar seu perfil ou página, sua linguagem, aesthetic, quais são os interesses e conflitos dessas pessoas para que você possa ajudar elas com seu conteúdo.

Para te ajudar, vamos apresentar dois exemplos de conteúdo para dois públicos diferentes para que você entenda melhor e consiga aplicar no seu perfil, confira:

  1. conteúdo sobre moda anos 2000: provavelmente o público ideal seriam meninas de 15 a 24, com uma linguagem mais amorosa tipo “miga” ou “amore”, vários reels de looks com músicas trend, parceria com lojas com a mesma tendência, tutorial de maquiagem, perfil super temático com aesthetic tipo “Bratz”, Britney Spears e bichos de pelúcia;
  2. conteúdo sobre decoração minimalista: podemos imaginar que seu público ideal seria mulheres de 23 a 34 anos casadas que gostam de decoração mas não sabem por onde começar, uma linguagem mais casual mas com termos que mostram que você sabe do que está falando, parceria com imobiliárias apresentando apartamentos ou lojas de decoração, perfil super clean e organizado.

3. Deixe seu perfil cada vez mais humanizado

Essa dica é uma das principais para um perfil de sucesso. O que significa humanizar, afinal? Bom, várias coisas. Na prática, podemos trabalhar da seguinte forma: mostre o seu rosto, fale com a câmera. Outra dica interessante é compartilhar seu cotidiano, os bastidores do seu trabalho, contar historias e falar sobre sua rotina, isso fará com que seus seguidores se sintam conectados com você.

Isso não significa que você precisa mostrar tudo da sua vida, muito pelo contrário. Selecione o que você quer mostrar e aquilo que você deseja guardar para você. Sua intimidade pode – e deve – ser só sua!

Quer saber mais sobre o assunto? Leia nosso post sobre como gerar resultados no Instragram.

Essa é uma dica que coloca em prática o “por trás dessa marca existe uma pessoa com coração”. Hoje com a ferramenta Reels e IGTV do Instagram, por exemplo, você pode gravar mini vídeos ou até mesmo vlogs mostrando o que você faz em um dia de trabalho, ou uma viagem ou uma tarde fazendo compras… são diversas possibilidades!

4. Mantenha constância de postagens

Sabemos como é difícil pensar em conteúdos novos para postar o tempo todo, muitas vezes o bloqueio criativo vem e fica difícil sair. Nosso conselho é que você faça um planejamento semanal, por exempo: 2 reels, 3 posts e 1 IGTV. Não se prenda muito em entregar um conteúdo super elaborado e inovador toda vez, as vezes uma foto com uma legenda simples já ajuda no seu engajamento e ainda humaniza o seu perfil.

O importante é manter uma constância de publicações e, se for preciso, se planeje da melhor forma possível. Busque por pautas que estão sendo levantadas a respeito do seu conteúdo, abra caixinhas de pergunta no story, poste uma inspiração que você viu, grave um vídeo dando dicas, para te ajudar, busque inspiração em outros perfis (sem copiar e colar, claro).

5. Parcerias são super bem-vindas

As parcerias são uma das fontes de dinheiro dos influenciadores digitais. Você tem três opções:

  1. mandar mensagem para a loja, marca, restaurante ou pessoa que deseja fazer a parceria falando sobre seu trabalho e que acredita que essa parceria seria proveitosa para ambas partes;
  2. esperar que entrem em contato com você. Neste caso, mostre que você realmente acompanha a marca: curta as fotos, comente, responda stories… Tudo para eles verem que você se identifica com a marca;
  3. agora, no Instagram, tem a opção de fazer post colaborativo com outro perfil que é apresentado na página de ambos. Busque por pessoas que você se identifica com o conteúdo e faça o famoso networking, crie conteúdo junto com ela e impulsionem o perfil uma da outra.

Ah! Não esqueça de cobrar pelo seu trabalho. Mesmo que esteja começando, nem que for 2 reais por post, é importante que você dê valor ao que faz. Para deixar mais profissional, faça um pdf bem bonitinho falando brevemente sobre seu perfil e com seus “pacotes”, por exemplo, 2 reels e 1 post é X reais e 4 reels e 2 posts é X reais.

6. Esteja ativo em mais de uma rede

A princípio, priorizamos falar mais sobre o Instagram, já que ele tem muitas ferramentas que ajudam na produção de conteúdo e é uma plataforma muito acessada atualmente, porém, existem outras redes sociais e plataformas que podem te ajudar muito a encontrar mais pessoas, como: TikTok, Youtube, Spotify, Pinterest e mais.

  • o Youtube é a plataforma mais acessada do mundo, você pode fazer uma ponte entre ele e seu IGTV, postando um trecho do vídeo no IGTV fazendo uma chamada para o vídeo completo no Youtube;
  • sendo uma das melhores redes para encontrar pessoas novas, no TikTok é muito fácil conseguir seguidores novos usando músicas em trend e hashtags;
  • você pode fazer playlists, podcasts e muito mais no Spotify, para dar informação sobre os assuntos que você gosta ou que são relevante para o seu conteúdo ou se conectar ainda mais com seu público;
  • fazer uma pasta no Pinterest é uma maneira de reforçar o aesthetic do seu perfil e mostrar para os seus seguidores que você pode ser uma inspiração para eles.

7. Procure referências e inspirações

Um dos segredos para que quer crescer nesse meio. A melhor forma de crescer, é saber onde você quer chegar. Procure por pessoas e perfis que você possa se inspirar como meta de conhecimento, seguidores, estética…não para você se comparar ou se sentir menos, mas para o que você pode aprender com aquela pessoa ou perfil para a sua evolução como influencer digital.

Faça uma pasta com todas as coisas que você achar legal pela internet: fotos, vídeos, músicas, livros…assim você poderá ter uma visão mais geral da coisas que te inspiram e será bem mais fácil aplicar no seu trabalho, com as ideais mais organizadas.

Gostou das nossas dicas? Esperamos que elas te ajudem a entender como ser um influenciador digital. Confira no nosso blog, um post sobre como aumentar a conversão das suas campanhas no Pinterest que acreditamos que você também pode se interessar! Até mais!

Deixe um comentário