12
novembro

E-mail marketing ou marketing de conteúdo: qual o melhor para o seu negócio?

As empresas precisam investir em divulgação de produtos e serviços, podendo utilizar diferentes estratégias, incluindo o envio de e-mail personalizado e promovendo o marketing de conteúdo em diferentes plataformas digitais. 

Essas duas estratégias, especificamente, se mostram eficientes quando utilizadas conforme as finalidades propostas. 

No entanto, é válido dizer que o marketing de conteúdo pode ser aplicado dentro de um e-mail.

Inclusive, apesar de se tratar de dinâmicas diferentes, elas são complementares e podem ser aplicadas como estratégias de marketing digital de uma forma geral.

O inbound marketing é uma estratégia que visa atrair os leads, como são denominados os potenciais clientes e aqueles consumidores que demonstram interesse por uma marca, um produto ou um serviço como corte a frio de tubos.

Em um contexto amplo, é preciso valorizar a amplitude que se pode alcançar quando as estratégias são colocadas em prática de forma eficiente e com qualidade. 

Quando empregado de forma correta, é possível determinar o sucesso de uma marca, e o posicionamento que ocupa dentre um mercado tão concorrido. 

Ainda mais que as mudanças de hábito de compra se mostram cada vez mais evoluídas e voltadas para os meios digitais. 

A valorização de um e-mail marketing 

O e-mail é uma ferramenta eletrônica que está presente desde os primórdios da internet, quando esta foi disponibilizada para a sociedade de uma forma geral. 

Desde o princípio o e-mail é uma identificação própria, em que as pessoas mantêm esse endereço eletrônico para diversas ações, além de receber mensagens sobre o endereço comercial virtual estipulado por escritórios.

Por isso as empresas precisam valorizar o e-mail marketing da melhor forma possível, pois é uma ferramenta de conversão de leads em clientes com alto potencial de funcionamento, inclusive para o retargeting e nutrição.

É possível apresentar diversas justificativas que promovem as vantagens sobre o uso de um mailing apurado e disponível para o envio de e-mail marketing. 

Nesse sentido, vale destacar ao menos 4 aspectos que o investimento nesse tipo de publicidade digital se mostra efetivo, visto os seguintes benefícios:

  • Estabelece uma conexão única;
  • Impulsiona as vendas;
  • Possibilita a personalização de mensagem;
  • Reforça a credibilidade do remetente.

Caso seja necessário enviar um plano de atendimento a um condomínio residencial que precisa de administradora de condominios residenciais para a manutenção do local, por exemplo, o e-mail marketing pode contemplar diversos pontos e ainda ser utilizado para CTA (Call To Action).

Essa estratégia proposta dentro do e-mail pode levar os destinatários a páginas específicas, economizando tempo de quem recebe e garantindo uma audiência valiosa para a loja virtual, o e-commerce ou o marketplace no qual a empresa está inserida.

Marketing de conteúdo como forma de autoridade

Uma empresa precisa se posicionar perante os leads para determinar a potencialidade em que se encontra e conforme as necessidades de consumo. 

Para isso é disponibilizado o marketing de conteúdo, sendo produzido em diferentes formatos e que tem como objetivo principal atender ao público-alvo em suas principais dores e dúvidas. 

A produção deve levar em consideração a criatividade, e ser apresentado em diferentes formatos, entre os quais:

  • Artigos profissionais;
  • Podcasts com entrevistas;
  • Textos explicativos;
  • Vídeos institucionais e publicitários.

É importante ressaltar que a produção do marketing de conteúdo pode ter como finalidade produzir também as newsletters que são encaminhadas por e-mail. 

Ou seja, é uma complementação de estratégia que pretende, de qualquer forma, atingir o público de forma relevante. 

Além da autoridade proposta, uma construtora que trabalha com como fabricar velas em casa pode ter visibilidade maior entre os consumidores. 

Isso é tratado de forma coerente e atendendo aos princípios aplicados sobre a produção de um conteúdo rico de informações e com significado.

Mais ainda, é uma maneira de se tornar a fonte de informação, ganhando autoridade sobre determinados assuntos e uma referência para o público consumidor – e até mesmo para a concorrência.

Por fim, isso garante um melhor posicionamento e mais potencial de negócio.

Estabelecendo métricas de interesse interno

A medição referente a cada estratégia pode ser uma forma de encontrar a mais adequada, de acordo com o momento em que a empresa se encontra. 

No caso de e-mail marketing, é possível encontrar duas bastante específicas, e que devem ser analisadas de maneira separada.

 

  • E-mails abertos pelo lead

 

A partir do momento que uma empresa dispara um e-mail ou uma newsletter para o endereço eletrônico do mailing, é possível saber quem abriu e demonstrou interesse.

Isso demanda o uso de ferramentas digitais específicas que podem ser desenvolvidas por uma empresa de paineis solares rj e que seja de fácil aplicação.

Deste modo, consegue-se ativar os contatos e identificar quais materiais devem ser encaminhados para cada perfil de cliente, considerando os interesses. 

Inclusive, neste momento o conteúdo e o e-mail podem ser conciliados para uma estratégia mais efetiva.

 

  • Taxa de rotatividade do mailing

 

Pode ocorrer de constar dentro de um mailing um número exponencial, porém que não demonstre interesse sobre os produtos e serviços oferecidos por uma empresa. 

Dessa forma, essa métrica deve ser identificada a partir da rotatividade em que há o cancelamento de assinatura em relação ao número de leads captados por meios digitais, como landing pages, hot sites e redes sociais. 

Já no caso do marketing de conteúdo, a disponibilidade de métricas é maior, porém vale destacar ao menos duas relacionadas a consumo e que não devem faltar dentro do planejamento do marketing.

 

  • Visualização de página

 

Os indicadores voltados para a visualização de páginas de um site permitem rastrear a jornada de compra de um lead até a conversão em cliente. 

Essa métrica permite a identificação e avaliação de conteúdos que chamam a atenção do público, podendo ser um balizador para produção de materiais que são mais interessantes e atrativos.

 

  • Tempo médio por página

 

A experiência do consumidor é essencial para compreender como melhorar o atendimento, possibilitando o retorno e uma melhor experiência em uma segunda, terceira ou quarta visita, e assim por diante. 

Logo, o tempo médio gasto por página deve ser medido, pois pode determinar se o que foi pesquisado foi entregue de forma eficiente. 

Se alguém pesquisou sobre um reciclagem de bombeiro civil, todo o material deve estar relacionado conforme a localização e disponibilidade, e isso pode ser identificado com as ferramentas adequadas e dispostas nas ferramentas de marketing.

Público determina e-mail ou marketing de conteúdo

As estratégias adotadas para a conversão de leads podem ser significativas quando se trata do público a ser alcançado. 

Portanto, é preciso identificar qual a melhor forma de se comunicar com o potencial cliente, e como fazer isso de forma acertada.

Há dois mercados distintos que podem ser divididos como B2B (Business To Business) e B2C (Business To Consumer). 

Ambos estão relacionados ao mundo dos negócios, porém o primeiro trata da comercialização entre empresas e o segundo abrange a relação de empresas e consumidores.

No primeiro caso, o marketing de conteúdo pode ser aplicado em um evento formal, ou uma feira de negócios, em que o sentido corporativo se torna mais sensato e profissional, como fabricante de produtos sustentaveis para construtoras e incorporadoras, bem como nos materiais disponibilizados nas mídias digitais.

Dessa forma, o e-mail pode ser aplicado em um segundo momento, quando as parcerias comerciais estão estabelecidas. Pode ser o envio de um catálogo com os produtos e serviços, ou a formalização do contrato.

No caso seguinte, as empresas se colocam à disposição dos consumidores de forma direta, com o intuito de realizar uma venda, qualquer que seja a marca representada, e os produtos e serviços que tem à disposição.

Nessa situação, o e-mail marketing pode ser enviado continuamente, porém com parcimônia, para não cair no erro de criar um spam e ser relegado diretamente à lixeira. 

O marketing de conteúdo trata da prática de SEO (Search Engine Optimization), em que palavras-chave são incluídas nos materiais distribuídos para se tornarem destaque em plataformas de busca, remetendo à autoridade sobre assuntos específicos. 

Sendo assim, é preciso identificar de maneira apropriada como será a abordagem para estabelecer a forma como será aplicada na comunicação. 

De todas as formas, é preciso destacar que ambas as estratégias são importantes e devem ser colocadas em prática em algum momento.

Conclusão 

As empresas devem aplicar as estratégias que melhor atendam às necessidades relacionadas à divulgação da marca, do reposicionamento no mercado e no lançamento de produtos e serviços. 

Tanto o e-mail marketing quanto o marketing de conteúdo se estabelecem de maneira significativa, sendo explorados de forma eficiente conforme as características adotadas em cada planejamento de uma campanha publicitária e conforme os objetivos do negócio.

O foco principal deve ser direcionado sempre para causar impacto sobre o público-alvo, promovendo a conversão de leads em clientes fidelizados. Uma clínica veterinária pode oferecer um exame de sangue gato com descontos, por exemplo.

O envio de uma ecobag com a marca da empresa para clientes pode ser apenas uma forma de garantir a expansão corporativa utilizando estratégias de um marketing mais tradicional.

Já o encantamento proposto dentro do inbound marketing visa a divulgação espontânea e contínua por parte dos clientes, porém não pode ser descuidado e, por isso, tanto o e-mail marketing deve ser recorrente quanto o marketing de conteúdo deve ser esclarecedor. 

Por fim, vale destacar que ambos possuem vantagens significativas e que não devem ser descartadas em nenhum momento. 

Na verdade, é uma questão de oportunidade e, conforme se mostram as situações em que uma campanha publicitária se apresenta, o que melhor atende o negócio naquele momento e dentro do público almejado. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe um comentário