23
Janeiro

Entrevista com afiliados #2 – Lioncash

Esta semana entrevistamos Daves Bernardes, fundador do aplicativo Lioncash, um parceiro importante para o setor mobile da nossa rede.  A Actionpay Brasil está investindo cada vez mais em mobile, e pretendemos entrevistar tanto anunciantes quanto nossos parceiros para o ambiente móvel. Acompanhe essa pequena seleção de perguntas e fique por dentro sobre uma parceria que surgiu no Afiliados Brasil 2017 e já rendeu ótimos frutos.

 

Actionpay: Qual é a história do Lioncash, como surgiu e como funciona?

Daves Bernardes: Eu fundei um aplicativo anteriormente, onde toda a operação era baseada na índia, só eu aqui no Brasil. Fiquei dois anos com um formato, e depois, em novembro de 2016, desliguei esse aplicativo, e trouxe a operação para o Brasil como um todo chamando o Lucas como sócio, e dia 10 de fevereiro lançamos a versão do aplicativo Lioncash, que é uma versão muito mais parruda com todo o aprendizado de 2 anos.

 

AP: Vocês só trabalham com incentivado? Qual o diferencial do Lioncash para os concorrentes?

DB: Trabalhamos com incent e non-incent. O aplicativo foca no cashback através de ações do usuário, mas não só os meros incents conhecidos, como também cashback em cima de ofertas CPA, onde o usuário precisa adquirir um bem, e devolvemos parte do dinheiro. Isso por sí só já é um diferencial, porém existe um lado que é o relacionamento com os nossos usuários. Nós temos lives frequentes em nosso canal no Youtube e com isso podemos fortalecer que, mesmo quando é incent, existem KPIS. Deixamos claro nosso modelo de negócio para o usuário, que compreende que é uma empresa fazendo propaganda de seu produto, aplicativo ou serviço, entendendo ou captando novos usuários. Estimulamos os usuários a avaliarem na playstore e deixarem uma opinião sincera ao usarem o aplicativo ou produto, o que é algo muito importante para o anunciante. Isso outros apps não fazem.

 

AP: Quais são os maiores benefícios para os anunciantes trabalharem com esse tipo de tráfego?

DB: Garantia de resultados rápidos. Rankeamento na Playstore. Teste de retenção pra escalabilidade. Testes de usabilidade. Massa crítica para melhorar a experiência do usuário. Com o incentivado, o resultado é muito rápido e ele pode usar isso para vários fins. Ranquear um novo app na Playstore é importante, pois número de instalações conta muito! Testar se é possível escalar o aplicativo e medir o cohort é algo muito bom! Muitos acabam descobrindo que vale a pena gerar muitas instalações e que isso ajuda eles no orgânico e também a fazerem contas sobre o buzz em geral. Além disso gravar o comportamento de vários usuários e entender personas diferentes pode agregar muito sobre a melhoria do aplicativo. Sem contar que com o incent é possível trazer uma quantidade generosa de usuários e isso faz com que o BI consiga medir pontos de desistência, ou coisas que na escala fazem mais sentido. Validar hipóteses, dar uma validada no modelo, entender um pouco mais sobre escalabilidade são coisas muito valiosas, mas se uma empresa não está nessa fase o rankeamento na playstore sempre faz a diferença, e com ele vem os reviews!

 

AP: É possível manter um nível de qualidade elevado em leads e instalações, mesmo com tráfego incentivado?

DB: Possível é sim! Porém é importante fazer negócios com fontes confiáveis, onde o modelo de negócio esteja claro e as instalações sejam sempre de pessoas reais. Nós temos uma preocupação genuína do entendimento do nosso usuário em relação aos Nossos anunciantes. Então sim! Conseguimos sempre bater nossas KPI’s.

 

AP: O tráfego incentivado perdeu prestígio entre os anunciantes, por que você acha que isso aconteceu?

DB: Por que quem começou a fazer isso de uma maneira negativa, foram as click farms, que nada mais são do que robôs para gerarem cliques, dowloads e o que for. Esse tipo de ação é repudiável, e não agrega valor nenhum para os anunciantes. E a ideia de conseguir 1 milhão de downloads em 1 mês é atraente, mas não se iluda, não é possível fazer isso com investimentos que essas farms vendiam. O incent não é algo ruim. Ele precisa ter um proposito claro, e o anunciante precisa comprar de forma ciente. Aqui na Lioncash cuidamos muito bem disso, cuidamos de uma forma que colocamos regras claras de uso para que o anunciante possa medir e ter retorno com isso. Por exemplo, um incent que travamos que um usuário tenha que chegar ao level 03 de um jogo é ruim? Não! Por que? Por que simplesmente incentivamos para que ele descubra um game legal! E se o app é bom e agradar, teremos uma ótima KPI de retenção, por que incentivamos o usuário a chegar a um nível para que aquela recompensa fosse recebida. E na playstore no orgânico, a RR dele não é baixa também? Você pode falar, sim é! Mas é maior do que a do incent… Ok! Mas e volume que uma ação dessa pode trazer? Faz todo sentido, além de gerar uma massa crítica para analisar dados e experiência que seria difícil de atingir simplesmente no orgânico.

 

AP: Como surgiu a parceria entre Lioncash e a Actionpay? Quais são as principais vantagens de trabalhar conosco?

DB: Nos conhecemos, pois fomos um case de sucesso na feira da afiliados Brasil no pitch de um dos anunciantes de vocês, na época vocês eram o primeiro lugar e nós o segundo diretamente com esse anunciante (oferta CPA). Hoje a ActionPay é fundamental para o nosso negócio, são uma das principais fontes de receita do aplicativo, sem contar do atendimento que é incrível (thanks Marcos e Jéssica!).

 

AP: O Aplicativo Lioncash só funciona atualmente com o Android, vocês tem alguma perspectiva de trabalharem com iOS? E com o ambiente desktop?

DB: Só com o Android, iOS não está no nosso core, e desktop sim poderá ser no futuro uma opção, mas para um novo modelo que estamos aprimorando.

 

AP: Vocês recentemente mudaram a sede da empresa e receberam investimentos, quais são as perspectivas do Lioncash para 2018?

DB: Ainda não recebemos investimentos, todo investimento a princípio foi feito por mim, Daves, e agora a nova sede foi formada com o próprio caixa da empresa. Estamos ainda no bootstrap, porém já conversando com alguns investidores para trazermos uma primeira rodada, que tem foco na expansão através da criação de novos negócios.

 

AP: Qual é o maior desafio que vocês esperam para esse ano? Como a Actionpay pode colaborar com vocês?

DB: Esse ano nosso desafio está em lançar um novo aplicativo muito mais robusto, e dobrar de valuation. O primeiro desafio foi cumprido e dobramos de time em Janeiro/18 esperamos crescer muito em número de usuários e fortalecer nossa rede. A Actionpay pode e vai colaborar com a gente trazendo novas ofertas e oportunidades para nossos usuários e através disso tornar o app mais atrativo para eles e gerar mais valor e receita.

 

• equipe actionpay

 

1 thought on “Entrevista com afiliados #2 – Lioncash”

Deixe uma resposta