8
Agosto

4 dicas para melhorar seu e-mail marketing

As pessoas ainda confundem a diferença de e-mail marketing e spam. Então, primeiro vamos definir o que é spam e diferenciar ele do e-mail marketing.

 

“Spam é o termo usado para se referir aos e-mails não solicitados
que, geralmente, são enviados para um grande número de pessoas. Quando o conteúdo é exclusivamente comercial, esse tipo de mensagem é chamada de UCE (E-mail Comercial Não Solicitado
– do inglês Unsolicited Commercial E-mail)”.

No momento em que fazem uma compra num site, os novos clientes devem estar cientes que estão cadastrando seu e-mail para receber possíveis ofertas futuras. O modelo usado nessa estratégia tem caráter de permissão, presente no cadastro. E todo cuidado pode ser pouco. Verifique se seu site possui políticas de privacidade bem definidas e garanta que os cadastros estejam somente ao seu alcance ou da sua empresa. Uma vez que acontece o spam, você perde a sua credibilidade.

 

Um conceito simples e ignorado é que a eficácia do e-mail marketing depende dos objetivos dele. Só faz sentido pensar em e-mail marketing através da segmentação de grupos. Se o marketing de massa é aplicado, o e-mail se torna ineficiente e até invasivo, pois atinge pessoas não interessadas e fora daquela segmentação.

 

Não se torne um spammer, melhore seu e-mail marketing com as 4 dicas abaixo:

 

1. Não seja invasivo, seja convidado
Somente envie e-mails para clientes que realmente escolheram se cadastrar no site ou blog, e concordaram em receber periodicamente seu conteúdo e divulgação.

 

Você precisa saber que um consumidor é bombardeado diariamente com e-mails comerciais, por isso, é importante criar estratégias para que seu e-mail marketing sobressaia aos demais e se destaque. O melhor conselho para ter a atenção dos seus clientes é se importar com eles, isso pode trazer grandes benefícios.

 

2. Informação útil na hora certa
Quando for enviar um e-mail esteja atento. Reflita no conteúdo que será enviado, veja se há utilidade para o leitor e se há interesse na informação que você oferece.

 

Sempre o preencha o campo de assunto, crie uma descrição significativa do conteúdo daquele e-mail. Dessa maneira, o destinatário tem livre escolha para abrir aquele e-mail, e te ajuda a definir melhor no que seu público tem mais interesse. A sua oportunidade está naquela linha de poucas palavras do assunto.

 

3. Chame a atenção do leitor
Isso é óbvio! Mas como? Seja claro, objetivo e coerente com o conteúdo. Você não precisa exagerar, coloque no máximo 6 a 10 palavras, ou as chances de ir para a lixeira são maiores. A taxa de abertura aumenta se o assunto do e-mail for objetivo.

 

A escolha de palavras é importante, pois não pode parecer um anúncio e sim se assemelhar como conteúdo. Usar personalização nas linhas de assunto pode gerar até 40% a mais de abertura, renomeie os e-mails, chame o cliente pelo nome.

 

Quando for montar um e-mail marketing, pense sempre por qual motivo o seu cliente deve abrir o e-mail e quais os benefícios que esse e-mail vai trazer para ele.

 

4. Conteúdo em troca de leads
Faça uma troca com consumidor oferecendo conteúdo de qualidade em troca de dados para contato, para que no futuro ele seja um potencial cliente. A produção de conteúdo vai além de conquistar um novo lead, é gerar a fidelização do cliente. É um processo longo, mas a relação de confiança criada com o cliente vale a pena.

 

Para criar conteúdo para seus assinantes foque em informações conforme o nicho do seu site ou interesse de compras. Quanto mais próximo um cliente se sente da empresa, mais benefícios ele pode trazer, podendo até trazer novos clientes.

 

• equipe actionpay

 

Deixe uma resposta